Hoje: 20/09/2019
    Horas: 00:00:00
×
Mulher é indiciada por oito golpes do falso de aluguel da casa de praia, em Vacaria

Mulher é indiciada por oito golpes do falso de aluguel da casa de praia, em Vacaria

  • 11/09/2019
  • Site Mundo Advogados

Uma mulher de 41 anos foi indiciada por oito golpes do falso de aluguel de casas nas praias. A investigação foi feita pela Delegacia de Vacaria, mas o estelionato também fez vítimas em Caxias do Sul, São Leopoldo e Torres. Os crimes aconteceram entre novembro e dezembro de 2018 e os inquérito policiais foram remetidos à Justiça nesta sexta-feira (6). Em seu depoimento, a investigada negou os crimes e alegou que era o seu marido, que está recolhido no sistema penitenciário, quem utilizava a sua conta bancária.

O golpe consistia em anúncio nas redes sociais sobre o aluguel de casas nas praias de Torres e Arroio do Sal. As negociações aconteciam pela internet e o anunciante exigia um depósito bancário antecipado. Quando chegavam na praia, as vítimas descobriam que as casas não estavam para alugar ou sequer existiam — e percebiam que haviam caído em um golpe.

A investigação de Vacaria identificou uma mulher de 41 anos como sendo a titular da conta bancária para onde o dinheiro destas vítimas era transferido. A quebra de sigilo de dados bancários, que foi autorizada pela Justiça, mostrou inúmeros depósitos que confirmaram a prática dos golpes.

Ao ser interrogada na delegacia de Vacaria, a investigada negou a prática dos crimes e alegou que era o seu marido, que está recolhido no Presídio Regional de Caxias do Sul, era quem utilizava a sua conta bancária. Ela foi indiciada por oito crimes de estelionato consumado, que tem pena prevista entre um e cinco anos de reclusão. 

O QUE FAZER SE CAIR NO GOLPE

 

:: Antes de tudo, para que o crime de estelionato fique comprovado, é preciso demonstrar que o autor obteve vantagem prejudicando outra pessoa por meio de esquema que a induziu ao erro. Se esse é o seu caso, é hora de começar a buscar seus direitos.

:: Junte todas as provas: de acordo com advogados especializados em estelionato, a primeira coisa a se fazer é juntar todos os documentos que comprovem a ilegalidade. Exemplos são recibos de pagamentos, comprovantes de depósitos, nota promissória e cheque. Além disso, se houver conversas por mensagens de celular, aplicativos de chat ou redes sociais, é importante que a vítima as salve, já que isso também pode ser usado como prova.

:: Entre com uma ação: com as provas em mão, a vítima pode buscar uma delegacia de registrar um boletim de ocorrência. Em seguida, deve registrar a fraude no Procon e também entrar com uma ação contra o autor no Juizado Especial de Civil (JEC), desde que a causa seja de até 40 salários mínimos.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho